Por que o Curso Técnico em Agronegócio do SENAR atrai quem já está na universidade e até graduados

Com as riquezas produzidas em nossos campos atingindo este ano quase meio trilhão de reais, não é de se admirar o interesse crescente despertado pelo Curso Técnico em Agronegócio da Rede e-Tec Brasil no SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) em profissionais já formados ou cursando a universidade, e muitos de outros setores. O fato tem sido observado por coordenadores e professores da rede em todos os 18 estados do País onde ela já está instalada, especialmente em Mato Grosso do Sul.

“Como exemplo, em uma das primeiras turmas do curso, entre 189 alunos, 45 têm formação superior e, desses, 17 já fizeram mestrado” – ressalta Roberto Murillo, coordenador regional da educação formal do SENAR/MS. Murillo aponta dois principais fatores que tornam o curso ainda mais atrativo para quem está buscando novos horizontes, atualização ou mesmo experiência prática. “O agronegócio é um mercado aquecido, com grande demanda por bons técnicos e o SENAR tem sua imagem associada à experiência e competência que sempre demonstrou na formação profissional rural”.

Os números confirmam essa grande aceitação. Lançado nacionalmente há menos de um ano, apenas no MS já são 400 alunos divididos em 20 turmas distribuídas pelos cinco polos de apoio presencial instalados no estado. “O curso alcançou um sucesso que foi além do que esperávamos. No primeiro processo seletivo, realizado em dezembro passado, tivemos dois candidatos por vaga. No segundo, a média aqui no estado dobrou, foram quatro candidatos concorrendo a uma vaga”.

Entusiasmo dos alunos

Se a concorrência demonstra o sucesso do Curso Técnico em Agronegócio do SENAR, o entusiasmo dos alunos é um testemunho ainda mais abalizado. “Tudo é muito bom, o conteúdo, o material didático, as aulas presenciais. E a atenção que a gente recebe da coordenação e dos tutores nunca vi em lugar nenhum” – comenta Júlio Arguelho, aluno do polo de Campo Grande. Aos 26 anos, ele trabalha como vendedor e cursa Administração de Empresas. O tempo é curto, mesmo assim conseguiu abrir espaço na agenda para correr atrás de um velho sonho.

“Sempre tive paixão pelo agronegócio. Fui fazer Administração, mas já pensando em atuar no setor rural. Então, quando soube do curso do SENAR, instituição da qual a gente só ouve falar coisas boas, me inscrevi logo”. E, para Júlio, há uma vantagem adicional. “O fator tempo também é fundamental, porque eu trabalho e estudo de segunda à sexta-feira, mas como o curso é na modalidade semipresencial facilitou. Se não fosse assim, hoje eu não teria essa chance. Muito boa a inciativa do SENAR, a população brasileira agradece”.

Kimberly Garcia, 20 anos, também divide o tempo de estudos entre a Faculdade de Veterinária e o Curso Técnico em Agronegócio. “O mercado de trabalho hoje é muito concorrido e seleciona os mais preparados. Esse curso reforça meu currículo, vai ser um diferencial. Ele tem bastante conteúdo, é muito completo e, embora grande parte das aulas seja a distância, os professores são muito acessíveis e as aulas presenciais e as visitas técnicas bem legais. A ideia do SENAR de disponibilizar um curso técnico como esse é sensacional”.

Professores experientes e parceria com sindicatos

O programa do Curso Técnico em Agronegócio está distribuído em aulas virtuais e presenciais, a maior parte a distância. O conteúdo fica disponível 24 horas por dia, em videoaulas no portal http://etec.senar.org.br/, em apostilas e DVDs. Mas o aluno tem também aulas presenciais, que correspondem a 20% da carga horária total do curso, nos polos de apoio presencial, além de visitas técnicas a propriedades e indústrias rurais, onde ele pode aprofundar e colocar em prática os novos conhecimentos. A rede conta atualmente com 43 polos espalhados pelo país, 5 deles no Mato Grosso do Sul, funcionando em Campo Grande, Coxim, Dourados, Inocência e Maracaju.

Para o coordenador regional, o cuidado do SENAR na preparação dos polos e composição do quadro de professores/tutores também contribui muito para o sucesso do curso. “Os polos aqui no estado estão instalados nos locais mais adequados, as sedes dos sindicatos rurais. Isso fortalece a parceria entre o SENAR e os produtores com proveito para todos. Os alunos sentem que estão fortemente apoiados e os sindicatos ganham mais visibilidade. Outro ponto forte do curso são os tutores, todos com muita vivência prática do agronegócio e com grande conhecimento da nossa realidade nos campos”.

O Curso Técnico em Agronegócios da Rede e-Tec Brasil no SENAR abre para seus alunos um amplo leque e possibilidades, oferendo condições para que possa atuar na assistência técnica a produtores rurais, em empresas agrícolas, agroindústrias, enfim, em toda a ampla cadeia do mercado agrícola. E como se não bastasse todas as vantagens apontadas há ainda outra que também conta muito: é inteiramente gratuito.

Site: http://etec.senar.org.br/

Assessoria de Comunicação do SENAR
(61) 2109-4141
www.senar.org.br
www.facebook.com.br/SENARBrasil
www.twitter.com/SENARBrasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s